• sede.servicosadministrativos@appacdm-braga.pt

Respostas Sociais

Respostas Sociais

Pelos desafios que se foram colocando ao atendimento da Pessoa com Deficiência Intelectual, a APPACDM de Braga investiu na criação de respostas sociais diversificadas, disponibilizando serviços de acordo com as necessidades da população abrangida, designadamente: Centros de Atividades Ocupacionais e Lares Residenciais.

 

Os Centros de Atividades Ocupacionais (CAO), dirigidos a jovens a partir dos 16 anos, com deficiência intelectual, têm como principal objetivo promover e disponibilizar condições que contribuam para uma vida com qualidade através do desempenho de atividades estritamente ocupacionais ou socialmente úteis, sem vinculação às exigências de rendimento profissional ou de enquadramento normativo de natureza jurídico-laboral, e realizadas sempre que possível na comunidade, com vista ao desenvolvimento das capacidades dos utilizadores e tendentes fundamentalmente, a assegurar condições de equilíbrio físico, emocional e social. São objetivos específicos do CAO:

  • promover os níveis de qualidade de vida, nas suas várias dimensões;
  • promover estratégias de reforço de auto-estima, da valorização e de autonomia pessoal e social, garantindo as condições de estabilidade necessárias para ao reforço da capacidade e autonomia dos utilizadores;
  • prestar apoio na integração social, através do desenvolvimento de atividades socialmente úteis, eventualmente facilitadoras do acesso à formação profissional e emprego;
  • privilegiar a interação com a família e significativos e com a comunidade, no sentido de otimizar os níveis de atividade e participação social;
  • contribuir para a promoção de uma sociedade inclusiva, promovendo a participação em atividades e contextos sociais.

 

O CAO assegura o respeito pelo projeto de vida de cada utilizador, hábitos de vida, interesses, necessidades e expectativas e promovendo a participação dos utilizadores e significativos, envolvendo-os no planeamento, monitorização e avaliação das respetiva atividades.

Os Lares Residenciais, destinados às pessoas com deficiência intelectual que se encontrem impedidas temporária ou definitivamente, de residir num contexto familiar, têm como objetivo fundamental promover e disponibilizar condições que contribuam para uma Vida com Qualidade e para a plena integração social dos seus residentes. Constituem objetivos principais dos Lares Residenciais:

  • disponibilizar alojamento e apoio residencial, permanente ou temporário;
  • promover estratégias de reforço da auto-estima, da valorização e de autonomia pessoal e social, assegurando as condições de estabilidade necessárias para o reforço da sua capacidade autonómica para a organização das atividades da vida diária;
  • prestar apoio da integração escolar e em Centros de Atividades Ocupacionais;privilegiar a interação com a família e/ou significativos e com a comunidade, no sentido de otimizar os níveis de atividade e de participação social e promover os níveis de Qualidade de Vida.

 

Esta Resposta Social caracteriza-se por um conjunto de intervenções, respeitando o projeto de vida definido por cada utilizador, bem como os seus hábitos de vida, interesses, necessidades e expectativas, transmitindo garantindo um clima de segurança afetiva, física e psíquica durante a sua permanência no Lar Residencial. É ainda objetivo desta Resposta Social a promoção do envolvimento e o estabelecimento de uma parceria e articulação estreita com o utilizador do serviços e/ou significativos, a fim de recolher a informação necessária sobre as necessidades, expectativas, capacidades e competências, co-responsabilizando-os no desenvolvimento de atividades/ações no âmbito dos serviços prestados e criando oportunidades para a sua otimização.

Na sequência da prestação de serviços, o quadro apresenta um resumo das principais atividades desenvolvidas nas respostas sociais da APPACDM de Braga.

 

SÍNTESE DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NAS RESPOSTAS SOCIAIS
Área Ocupacional: tapeçaria; tecelagem; hortofloricultura e jardinagem; madeiras; metais; costura; lavandaria; bordados; tricot e crochet.

Área do Desenvolvimento Social e Pessoal:  académico-funcionais; autonomia pessoal; competências sociais; competências instrumentais e de vida diária; autodeterminação e processos psicológicos.

Área Lúdico-Terapêutica: educação física; educação visual; terapia ocupacional,; expressão musical; musicoterapia; reabilitação e funcionalidade física; expressão dramática e dança; expressões multissensoriais, natação;  hidroterapia e adaptação ao meio aquático; desenvolvimento interacional, comunicativo, linguístico e articulatório (DICLA).

Actividades de lazer sócio-recreativas e de inclusão social

 

 

Centro de Atividades Ocupacionais

Desenvolvimento pessoal; bem-estar; Atividades de lazer sócio-recreativas e de inclusão social Lares Residenciais